“A produção capitalista produz, com a inexorabilidade de um processo natural, sua própria negação. É a negação da negação.” –Marx, O capital. Livro I Cap. XXIV, 1867.

O significado histórico
do impeachment

O impeachment é sim a classe burguesa se preparando para atacar mais a classe trabalhadora. A sua máquina para isso, o Estado, estava paralisada nas mãos de Dilma Rousseff. Dilma estava paralisada, sem conseguir governar, porque a forte pressão popular contra ela (iniciada em 2013) minou sua base. Os ratos burgueses do Congresso que a leia mais

Vai tarde!

Dilma Roussef será “impeachmada” no começo desta semana e Temer assumirá. Ainda que para alguns não pareça, Dilma foi derrubada pelas massas da população trabalhadora brasileira. Desde 2013 há um ascenso acentuado da classe trabalhadora, que se expressou em junho daquele ano e num grande aumento no número de greves. A base desse ascenso é leia mais

Por que votaremos
no PSTU?

Optamos por chamar voto no Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU) nestas eleições. O PSTU teve o mérito de ser o único partido de esquerda a defender a queda de Dilma (e mesmo, indiretamente, a prisão de Lula). Isso mostra que esse partido está mais afinado com os anseios da maioria da população trabalhadora (sobretudo leia mais

PSOL, paródia
do PT

Havia no PT um grupo supostamente mais radical, oposto à direção majoritária do partido, localizado sobretudo no Rio Grande do Sul, formado de ditos “trotskistas”. Era a Democracia Socialista (DS), um dos grupos com maior expressão no partido. Sua principal figura pública foi Tarso Genro, prefeito de Porto Alegre e depois governador do estado, ministro leia mais

O “poder popular”
virtual de Luciana Genro

Nestas eleições o PSOL deverá ter, pela primeira vez, votos expressivos em várias capitais brasileiras. É preciso portanto refletir sobre a possibilidade de chegada ao poder municipal por esse partido. Os índices de intenção de voto mostram chance real de vitória ao menos em Porto Alegre e Belém. Na primeira cidade, de acordo com pesquisa leia mais

Dia 16: Frente Única
contra o capital!

No próximo dia 16/08 ocorrerão paralisações e atos de trabalhadores de empresas privadas e públicas em diversos locais do Brasil. Trata-se de um dia nacional de luta contra as reformas trabalhista e previdenciária. Tais reformas são necessárias ao capital, que em crise precisa aumentar a exploração dos trabalhadores (reforma trabalhista) e manter a estabilidade fiscal leia mais

A reorganização da
esquerda e o PSTU

A conjuntura nacional e mundial produz hoje uma importante reorganização — ou recriação — da esquerda brasileira. O caso mais relevante, pela dimensão nos padrões atuais da esquerda, é o do PSTU. A julgar pelos conflitos e acusações mútuas entre os que continuam nesse partido e os que saíram (e formaram o grupo MAIS), é leia mais