“A produção capitalista produz, com a inexorabilidade de um processo natural, sua própria negação. É a negação da negação.” –Marx, O capital. Livro I Cap. XXIV, 1867.

Mandela, Trotsky e
a questão nacional

Um dos problemas que mais preocupava Leon Trotsky às vésperas da 2a. Guerra era a questão nacional e a política que o partido revolucionário formularia para ela em suas diversas seções; era importante se contrapor à atuação traidora estalinista que levava o proletariado a sucessivas derrotas em várias partes do mundo. Em um de seus leia mais

Lei antiterrorismo
prepara mais repressão

Depois da união das polícias federal e estaduais para reprimir as manifestações e aprimorar o monitoramento de militantes, depois do uso da Lei da Organização Criminosa contra manifestantes em São Paulo e da Lei de Segurança Nacional no Rio, o Estado prepara um novo ataque contra o direito de manifestação. Na última quarta-feira (27.11), foi leia mais

De volta os
arrastões no rio.
Um “bom futuro”?

Os arrastões voltaram a ocorrer nas praias do Rio de Janeiro. As contradições de classe se aprofundam no Brasil. Jovens moradores de rua ou residentes da periferia da capital carioca se reúnem para roubar em sequência, se deslocando por diversas praias daquela que é, para uns poucos, a cidade maravilhosa. Nos feriados dos dias 15 leia mais

Os presos políticos
do PT

Neste feriado de proclamação da República, 15 de novembro, talvez não por coincidência, mas por simbologia, o presidente do STF Joaquim Barbosa expediu o mandado de prisão de 12 condenados no caso do “mensalão” — José Dirceu e José Genoíno entre os principais. Dirceu e Genoíno se entregaram publicamente à Polícia Federal em São Paulo leia mais

“Bandeiras ao chão”

É sempre difícil falar sobre o comportamento das organizações políticas no interior do movimento estudantil. Não foram poucas as vezes em que se mencionar partidos na luta estudantil foi associado à ideia de aparelhamento. O reitor da USP, João Grandino Rodas, já buscou desqualificar o movimento em outras ocasiões dizendo que era reduto de minorias leia mais

– Fascista!

Assim Dilma Rousseff caracterizou as ações dos ‘black blocs’, em entrevista recente a rádios bahianas. Nas palavras da presidente, essas manifestações ‘destroem patrimônio público e privado, provocam ferimentos, machucam e mostram, não a civilização e a liberdade da democracia, mas a barbárie’. Chama atenção a diferença entre o discurso atual da presidente e seu pronunciamento leia mais

A farsa contada
mil vezes

Nesta sexta-feira, em pelo menos três grandes cidades do país a juventude saiu às ruas para protestar. Em São Paulo, o confronto entre manifestantes e policiais ganhou visibilidade nacional após a grande imprensa veicular imagens do coronel da PM Reynaldo Simões Rossi sendo espancado por manifestantes. Ao lado das imagens, o texto relatava as palavras leia mais

Violentos e violentados

A última semana foi marcada por novas manifestações que terminaram com forte repressão policial. Professores das redes estadual e municipal de vários estados, muitos em greve, aproveitaram o dia do professor para cobrar maior valorização do ensino por parte dos governos. No Rio de Janeiro, a passeata terminou em violência da polícia contra os black leia mais

Os 25 anos da
constituição “cidadã”

Na semana passada fez aniversário de 25 anos a Constituição Federal promulgada em 1988, também conhecida como “Constituição Cidadã”. Em solenidade na OAB de Brasília no começo deste mês estiveram presentes e foram homenageados Luis Inácio Lula da Silva, Michel Temer, José Sarney, Mario Covas Neto, Nelson Jobim, entre outros. Lula, cujo partido votou contra leia mais

O significado (oculto)
das mobilizações
metalúrgicas

Nas últimas semanas, a greve nacional dos bancários e a dos professores do Rio de Janeiro vêm sendo amplamente noticiadas pelos principais jornais, seja pela dimensão e número de dias parados, seja pelo enfrentamento com a Polícia Militar durante os atos de rua. No entanto, pouco ou simplesmente nada tem sido noticiado sobre a mobilização leia mais