“A produção capitalista produz, com a inexorabilidade de um processo natural, sua própria negação. É a negação da negação.” –Marx, O capital. Livro I Cap. XXIV, 1867.

A “justiça” deles a
eles somente interessa,
não a nós!

Na semana passada, o último dos juízes do Supremo Tribunal Federal, Celso de Mello, o mais velho dos magistrados da corte, deu seu voto favorável aos chamados “embargos infringentes”, o que na prática significa a abertura de mais uma longa etapa do julgamento dos réus do mensalão antes do resultado definitivo, jogando possivelmente para 2014 leia mais

O (pseudo) legado
de Gushiken

A morte de Luiz Gushiken estimula, inevitavelmente, uma reflexão sobre sua trajetória política, trajetória que guarda profundas semelhanças com as de outras figuras públicas do Partido dos Trabalhadores (PT). Nascido em 1950 no interior paulista, Gushiken militou na tendência de juventude Liberdade e Luta (Libelu), braço da Organização Socialista Internacionalista (OSI), de orientação trotskista. Seguindo leia mais