“A produção capitalista produz, com a inexorabilidade de um processo natural, sua própria negação. É a negação da negação.” –Marx, O capital. Livro I Cap. XXIV, 1867.

Liberdade a Fábio
e Rafael

A prisão arbitrária e ilegal de dois manifestantes no ato contra a Copa na Avenida Paulista, segunda-feira (23), foi um novo marco da restrição às liberdades democráticas em São Paulo. Sem cometer crime algum, Fábio Hideki Harano e Rafael Marques Lusvarghi foram presos ilegalmente pela Polícia Civil como bodes expiatórios para intimidar manifestantes e satisfazer leia mais

Vaias e vaias

No estádio do Itaquerão, a vaia sofrida pela presidente Dilma durante a abertura da Copa foi identificada como uma manifestação da elite branca do país, ou seja, uma manifestação distorcida de uma minoria que não representa a voz do “povo brasileiro”. Ao menos esta foi uma versão bastante incentivada pelos setores de comunicação do PT, leia mais

Sectarismo, violência
e Black Blocs

No último dia 12/06 assistimos a um episódio polêmico entre a esquerda em São Paulo. Para a ocasião da abertura da Copa do Mundo dois setores chamaram duas manifestações em locais diferentes. Um setor, vinculado à juventude chamada de “Black Bloc”, em nome da necessidade de fazer um único ato procurou, dias antes, o outro. leia mais

Caminhamos para
uma situação revolucionária?

Estamos a poucos dias da abertura da Copa do Mundo e o país continua parecendo uma bomba-relógio, contando minutos para explodir. O evento tem apenas acelerado as enormes contradições que hoje transpassam a tensa realidade brasileira, sobretudo nas grandes metrópoles. As greves nos sistemas de transporte que o digam. Mas quando falamos de uma “bomba-relógio”, leia mais

Derrotar o Zago para
defender os salários!

Saudamos esta greve dos trabalhadores da USP! É a primeira desde 2010 e também a mais forte em mais de uma década. Viva a força dos trabalhadores! Os tempos duros da era Rodas passaram, mas seu legado de desordem, de farra com nosso dinheiro e repressão ficaram. Com esta greve começamos a reorganizar a casa leia mais

A união faz a força

Eis uma premissa elementar, mas que a esquerda socialista brasileira parece desconhecer. Basta olharmos a mobilização em torno da Copa do Mundo. Quando o país foi escolhido para sediar o maior evento esportivo internacional, esta definição era o coroamento da bonança lulista para além das fronteiras nacionais. Hoje, às vésperas do evento, o governo petista leia mais